Biografia

Minha iniciação na luthieria se deu pela vontade de restaurar as centenárias violas de Queluz de meu acervo, e foi através do curso de restauração que fiz com o luthier Vergílio Lima, por sua vez aluno do mestre Sugiyama, que tive o primeiro contato no trabalho fino com madeiras, ferramentas, técnicas e vernizes. Anos mais tarde, conheci o lendário Wayne Henderson, considerado um dos maiores luthiers do mundo, e por muitos, o mais talentoso dos Estados Unidos. Sua grande habilidade manual e intuição ímpar justificam a fila de espera superior a 15 anos para adquirir um de seus instrumentos. Alguns dos maiores nomes da música norte americana e mundial, incluindo Eric Clapton, possuem seus instrumentos.

Junto com seu parceiro, o luthier Don Wilson tive o privilégio de construir um belíssimo modelo D-28 atento às valiosas instruções de ambos, herdeiros da mesma técnica dos antigos artesãos que fizeram os violões Martin "pré guerra" se tornarem os melhores "cordas de aço" já feitos.

Aprender a ouvir o instrumento ao longo das etapas da construção e apurar a percepção visual, foram determinantes para compreender que um instrumento diferenciado não é feito somente de medidas exatas, e que a intuição nos leva muito além dos ensinamentos dos livros.

De volta ao Brasil, a arte aprendida se consolidou através de cada novo instrumento finalizado ao longo dos anos que se seguiram. Tenho buscado colocar minha personalidade nos instrumentos, aprimorando as técnicas aprendidas para atender as necessidades da cultura musical brasileira.

Max Rosa




Galeria de imagens:


Com Wayne Henderson e Don Wilson em Rugby/VA

Visita de Vergílio Lima na luthieria

Luthieria Max Rosa Guitars – Nova Lima/MG